Como a prática de Artes Marciais pode ajudar em tempos de pandemia?

by Segmento Dojo on 08 maio | 0

Muito além que uma prática sistemática de exercícios de ginástica associada a chutes, socos, agarramentos, projeções, estrangulamentos e imobilizações, as Artes Marciais nos ensinam como superar as dificuldades do dia-a-dia. Os treinamentos duros nos proporcionam essa vantagem em relação aos que não praticam, pois a forma como os treinos são dirigidos, nos transformam em pessoas mais fortes emocionalmente, mais seguras e mais controladas. O treinamento austero e rigoroso propicia uma lapidação em nossa personalidade e caráter e com isso, mudanças em nossos comportamentos.

A cada dia que passo isolado, mais acredito que ter praticado artes marciais por praticamente toda a minha vida, tem me ajudado a superar e passar por estes momentos de dificuldades durante a pandemia do Corona Vírus.

Artes Marciais são disciplinas físicas e mentais que em diferentes graus tem como objetivo o alto desenvolvimento de seus praticantes para que possam defender-se ou submeter o adversário mediante a utilização de diversas técnicas.

“Aqui, a refecia a ‘adversário’ não se restringe somente a um oponente humano, mas também às adversidades da natureza como fatores de sobrevivência”

Existem diversos estilos, sistemas e escolas de Artes Marciais e há uma tremenda diferença entre a arte marcial e uma mera violência física ou da briga de rua. São organizadas em um sistema coerente de combate, Desenvolvimento Físico, Mental, Espiritual e condicionamento físico geral.

As artes marciais são praticadas por diferentes razões que incluem esporte, saúde, defesa pessoal, desenvolvimento pessoal e em sociedade, disciplinar a mente, forjar o caráter, concentração e foco além do desenvolvimento da autoconfiança do praticante.

É Extraordinário o efeito psicológico que pode causar o fato de se “lutar” com um adversário ao qual não tememos nem odiamos e ao final da luta confraternizar com aquele que a pouco era nosso “inimigo”. Só quem já passou por essa experiência sabe o que representa. Esse inimigo não precisa ser, necessariamente uma pessoa, mas um problema, uma doença ou mesmo dificuldades que você enfrentará na vida e que precisará estar pronto para vencer. 

 

Leave a Comment

Artigos recentes